Bons motivos para se tornar um corretor de imóveis

Ser corretor de imóveis é participar de um ramo consolidado, maduro e cheio de oportunidades de crescimento. Apesar das incertezas sobre o momento econômico que vive o Brasil, ser corretor de imóveis continua valendo muito a pena para profissionais que colocam qualidade no que fazem e buscam atualização constante.

Pensando nisso nós da IBREP separamos 10 motivos suficientes para você ter certeza de que pode se tornar um bom corretor de imóveis e se realizar profissionalmente. Confira:

  1. Construir uma carreira sólida

Ser corretor de imóveis é também uma grande oportunidade de desenvolver uma carreira profissional. Um corretor de destaque, com noção de gestão de pessoas e visão de negócios, pode ser promovido a coordenador e, com algum sucesso, pode se tornar gerente de equipe. A evolução constante e o aperfeiçoamento podem levá-lo até mesmo a se tornar diretor na área comercial ou ingressar em outras áreas de suporte em uma empresa do ramo imobiliário

  1. Ter bons ganhos financeiros

Um dos principais atrativos para quem busca ser corretor de imóveis é o ganho financeiro. Um corretor de sucesso chega a receber de 30% a 40% da comissão de uma empresa imobiliária. Já os corretores independentes, que trabalham sem vínculos com imobiliárias, chegam a receber até 6% de comissão sobre valor de uma venda, o que determina um retorno financeiro bastante atrativo.

  1. Flexibilidade de tempo

Se você busca trabalhar em horário alternativos e ter uma agenda mais flexível,  o trabalho de corretor de imóveis é uma ótima opção. Mas não se iluda, o trabalho como corretor de imóveis vai te manter bastante ocupado, principalmente quando aumentar suas prospecções. A vantagem aqui é que você vai conseguir montar sua própria agenda.

  1. Aumentar seus conhecimentos técnicos

Intermediar a negociação de compra e venda de um imóvel é apenas uma parte do trabalho de um corretor. O corretor de imóveis precisa entender de área jurídica, mercado financeiro, marketing, tecnologia, economia e mais um monte de informações técnicas que envolvem a venda ou o aluguel de um imóvel – o que determina um constante aprendizado. Existem diversos canais gratuitos onde você pode se atualizar de forma simples e rápida, para se diferenciar de outros profissionais e se tornar mais qualificado para atender seus clientes.

  1. Ampliar sua cultura geral

O sucesso de uma negociação muitas vezes está nos detalhes. Se você possui conhecimento sobre a cidade ou sobre o bairro em que pretende atuar, isto é um fator relevante que deve ser levado em conta ao optar pela profissão. De tanto conversar, trocar idéias e informações, aos poucos sua cultura geral vai aumentar.

  1. Não existe idade ideal para ingressar na carreira

Sua idade não é um problema para trabalhar como corretor de imóveis. Assim como as construtoras e incorporadoras buscam atender a diversos públicos nos seus projetos, sempre vai haver um nicho do mercado que atenderá ao seu perfil.

  1. Estar sempre motivado

De vez em quando, todos precisamos de apoio ou de uma leitura motivacional para realizar nosso trabalho. Mas se você acorda todos os dias com aquela vontade de vencer,  a corretagem foi feita para você! Esta é uma profissão que dá pequenas vitórias todos os dias para quem a exerce, de um novo contato a mais um fechamento!

  1. Criar uma rede de contatos

Conhecer pessoas novas, todos os dias. O corretor de imóveis precisa buscar  a troca de informações entre pessoas e saber entender o perfil das famílias. Se você que gosta e compreende este processo, possui grande chance de sucesso nesta profissão. Sua rede de contatos será enorme atuando como corretor de imóveis: clientes, prospects, colegas corretores, proprietários de imobiliária, colaboradores de incorporadoras e muitos outros.

  1. Conquistar satisfação pessoal

Ajudar alguém a encontrar a casa de seus sonhos é uma realização única para o corretor de imóveis. Este é um profissional que acumula muitas histórias emocionantes ao longo de sua trajetória e certamente é reconhecido por isso. O corretor que experimenta esta sensação dificilmente desiste da profissão, ao contrário, faz dela sua nova missão.

  1. Escolher onde trabalhar

Um bom corretor de imóveis pode escolher tanto o nicho em que deseja atuar (imóveis prontos lançamentos,  locação, administração ou captação) quanto a empresa imobiliária que mais combine com ele. Encontre uma imobiliária cujos valores aproximem-se daqueles que você mais acredita e boa sorte!

Conte conosco para esse sucesso, faça os curso da IBREP e se destaque no mercado imobiliário!

Referência: Revista Veja

Curso de Judicialização da Saúde

Objetivo: Este curso foi desenvolvido pela ESMAFESC – Escola Superior da Magistratura Federal de Santa Catarina, em parceria com o IBREP. Trata do protagonismo do Poder Judiciário, o papel do CNJ na Judicialização da Saúde, bem como a relação entre Direito e Saúde e, ainda, sobre o futuro da Judicialização da Saúde.

Autor: Dr. Clenio Jair Schulze
Juiz Federal. Foi Juiz Auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça – CNJ e Coordenador do Fórum Nacional da Saúde do CNJ (2013/2014). É coautor do livro “Direito à Saúde – Análise à luz da judicialização”. Escreve na coluna “Direito à Saúde” no site http://www.emporiododireito.com.br. Membro do Comitê Executivo do Fórum Nacional da Saúde do CNJ, em Santa Catarina. Professor da Escola da Magistratura Federal de Santa Catarina – ESMAFESC. Mestre em Ciência Jurídica.

Carga horária: 30 horas.
Duração do Curso: 30 dias.