Luana Lima de Campos: um exemplo de realização com a profissão de Corretora de Imóveis

Luana1
Arquivo Pessoal

Seguindo com nossa série de entrevistas em homenagem ao dia dos Corretores de Imóveis, entrevistamos Luana Lima de Campos, Corretora de imóveis que encontrou na profissão a realização que qualquer profissional almeja ao ingressar no mercado de trabalho. Luana começou sua relação com o mundo Imobiliário cedo. Com 17 anos, trabalhou como recepcionista em uma imobiliária. “A convivência com os corretores e o fato de presenciar o dinamismo da área fizeram com que eu me encantasse com a profissão”, afirmou.

Luana fez graduação em Gestão Imobiliária e logo ingressou na área de mediação de locações. Com maior bagagem, decidiu dar um passo maior. “Depois de algum tempo, me sentindo mais preparada decidi seguir para as vendas”, explicou. Luana definiu que o Mercado Imobiliário passa por um período de estabilidade. Categórica, ela definiu qual deve ser a reação do Corretor a este contexto: “o momento é de aproveitarmos para nos aperfeiçoarmos, nos dedicarmos mais a conhecer melhor o perfil dos nossos clientes e, principalmente, a realizar cursos de especialização”.

E quando se fala em cursos de especialização, logo surge a ideia de qualificação profissional. “A qualificação é muito importante, vivemos num mundo dinâmico, o cliente muitas vezes chega preparado, conhecendo o imóvel, as imediações, condições de venda”, explicou. Por isso, segundo ela, o corretor deve estar preparado. “O Corretor deve ter muito mais que isso para apresentar ao seu cliente. Deve ir além com um atendimento cortês, ciente de suas ações, conhecendo técnicas de vendas, documentação, estando preparado, enfim, para realizar o melhor atendimento, a venda, o pós venda.”

Questionada sobre a relação cada vez mais crescente entre Corretores e tecnologia, Luana deu algumas dicas. “Através das mídias sociais podemos acessar o perfil do cliente antes mesmo de conhecê-lo pessoalmente e ter algumas”dicas” do seu perfil para uma melhor abordagem”, sugeriu. “Conseguimos divulgar nosso trabalho e empreendimentos específicos para um público segmentado ou realizar uma simulação de financiamento em tempo real, entre outras inúmeras situações em que temos a tecnologia como uma grande aliada à nossa profissão”, encaixou.

Mensagem aos Corretores

Para finalizar, Luana deixou uma mensagem aos Corretores de Imóveis.

“Ser corretor de imóveis é ser catalisador de sonhos, de projetos de vida. É estar feliz diante de cada sonho realizado, de cada projeto bem sucedido. Parabéns a todos que escolheram esta linda profissão! Muito sucesso e que possamos ajudar a realizar muitos sonhos!”

Realização: IBREPTEC – Setor de Tecnologia Educacional do IBREP

Luiz Cesar da Silva: 16 anos de dedicação ao Mercado Imobiliário

Césinha1
Foto: Arquivo pessoal

Dando sequência à nossa série de entrevistas com personagens do mercado imobiliário, realizamos uma entrevista com Luiz Cesar da Silva, mais conhecido por todos como Cesinha. Graduado em marketing e especializado em Direito Imobiliário, ele atua no ramo de imóveis há cerca de 16 anos, é Perito em Avaliação de Imóveis, membro da CRECICON/RS – Junta de Comissão que atende o Consumidor, e Conselheiro da atual gestão do CRECI/RS.

Cesinha começou a se envolver no mercado imobiliário por volta de 1999, quando atuava como Agente fiscal do CRECI/RS. Daí vem o duradouro relacionamento profissional que tem com a área imobiliária. “Ao conviver diariamente com o mercado imobiliário, comecei a ficar atraído pelo mundo dos negócios participando e realizando o sonho de todo Brasileiro, a conquista da casa própria”, explicou.

Conhecendo a grande competitividade do cenário atual do Mercado Imobiliário, Cesinha afirma que o Corretor deve sempre buscar qualificar-se e atualizar-se para ‘estar sempre à frente’. “Hoje em dia as informações são muito rápidas e constantes, e temos que estar sempre buscando mais conhecimento e nos qualificando, para que possamos prestar um atendimento com excelência como novos argumentos e informações precisas ao nosso cliente.”

Além de reconhecer a competitividade como uma das vertentes mais influentes do Mercado Imobiliário, Cesinha também destacou a tecnologia. “O corretor deve estar atualizado com todas as tecnologias, porque estaremos prestando atendimento a diversos tipos de clientes, e não podemos ficar para trás”, frisou. Ele acrescentou ainda que a tecnologia exige que o Corretor seja versátil. “Quanto mais rápido prestarmos atendimento ao cliente, mas confiança e credibilidade passaremos a ele”.

Mensagem aos Corretores de Imóveis

Para finalizar, Cesinha deixou uma mensagem aos Corretores de Imóveis e aos alunos IBREP: “Parabenizo a todos colegas e alunos profissionais da área imobiliária. Trabalhem com ética e responsabilidade, pois com ética passaremos credibilidade e confiança para nosso cliente, e com responsabilidade, traremos segurança, atributos de um excelente profissional de sucesso”, aconselhou. “Dica: Escutem seus clientes e sejam felizes”, exclamou.

Realização: IBREPTEC – Setor de Tecnologia Educacional do IBREP

Corretor de Imóveis e a Tecnologia, com Guilherme Carnicelli

11252859_1102328419782030_7669269898475667449_n
Foto de arquivo pessoal (Facebook)

A tecnologia se tornou o braço direito de todas as profissões. Hoje, não é mais luxo ter um smartphone, um tablet, entre outros aparatos tecnológicos que, além de suprirem a necessidade de um telefone, permitem aos profissionais estarem ligados ao mundo da internet 24 horas por dia. Para os Corretores de Imóveis, isto não é diferente. Pensando nisso, entrevistamos Guilherme Carnicelli, fundador do Café Imobiliário, e exímio usuário deste mundo tecnológico.

Guilherme entrou no mundo Imobiliário através da RE/MAX, uma franquia imobiliária de renome mundial. “A partir da RE/MAX, iniciei o meu contato com o mercado imobiliário e confesso que nunca vi um segmento com tantas oportunidades de melhoria e potencial como esse”, conta ele. Foi o primeiro trabalho de Guilherme com o mercado imobiliário, já que, até 2008, ele trabalhava em uma multinacional americana.

Guilherme atenta para o fato de que a tecnologia tem a proposta de unir as pontas, eliminando o intermediário, e que o Corretor deve estar atento a isso. “Na minha opinião o corretor tem que agregar valor, se fazer relevante por conta do conhecimento e da informação que possui. Ser um especialista é o primeiro passo, trabalhar em um nicho específico e dominar totalmente o assunto será uma obrigação”, enfatiza. “O corretor que estiver atento a esse movimento pode usar a tecnologia para se posicionar melhor no mercado e sair na frente”, completou.

Como forma de ingressar no mundo virtual, Guilherme deu duas dicas de ferramentas que o Corretor pode utilizar praticamente durante o seu dia-a-dia. “A primeira delas é o Pipe Drive, um aplicativo de celular e internet que ajuda o corretor de imóveis a criar um funil de vendas. Em outras palavras, gerenciar a relação com os seus clientes”, explicou. “A segunda ferramenta que eu sugiro é a criação de um blog, de preferência em uma plataforma WordPress, não apenas para divulgar imóveis, mas criar conteúdo relevante para o seu mercado e cliente”, finalizou.

Movimento #MaisCorretor e Aplicativo Café Imobiliário

Guilherme é membro fundador do movimento #MaisCorretor. Segundo ele, o intuito do movimento é valorizar o trabalho dos profissionais da corretagem de imóveis. “O movimento #MaisCorretor é um movimento criado por especialistas, palestrantes e corretores do mercado imobiliário, com o intuito de valorizar o corretor de imóveis. Através de uma hashtag, nós destacamos toda a informação que julgamos importante para o profissional que quer se destacar”, explanou. “Ser #MaisCorretor é ter um compromisso com a qualidade do que se faz”, apontou.

Além de fazer parte do movimento, Guilherme também é dono de um aplicativo destinado ao Corretor de Imóveis. Segundo Guilherme, ele e Gustavo Zanotto, outro especialista do ramo imobiliário, se encontravam semanalmente em algum café de Campinas para falar sobre o mercado imobiliário, clientes e novos projetos. “Esses bate papos informais nos cafés da cidade eram ricos em conteúdo, então um dia comentamos o quão legal seria se os corretores pudessem nos ouvir ali e dar as suas opiniões”, comentou.

Após o surgimento da ideia, os dois decidiram gravar um programa de nome “Café Imobiliário” e postar no Youtube, e a ideia teve sucesso. “Hoje temos uma audiência fiel e que nos acompanha em nosso canal. Com o apoio do IBREP, criamos um aplicativo de celulares para Android e iOS, inauguramos um Workshop para corretores de imóveis em Miami/EUA e o projeto cresceu muito em menos de um ano”, comemorou. “A proposta do Café Imobiliário é compartilhar conteúdo relevante, apontar tendências, levantar discussões e ajudar o corretor de imóveis a melhorar os seus resultados”, encerrou.

Mensagem aos Corretores de Imóveis

“A mensagem que eu gostaria de deixar é que com o atual momento do mercado não existem motivos para esperar, você precisa agir, fazer acontecer. Ser corretor de imóveis não é para qualquer um, é preciso acima de tudo autoconfiança, por isso eu respeito demais esse profissional. Portanto, não busque soluções no que você já fez, o mercado é dinâmico e mudou. Busque soluções em outros setores, veja quais são as receitas do varejo e da indústria para o momento de mercado, adapte ao seu contexto e siga em frente! Muita gente vai dizer que isso não vai dar certo, portanto, esqueça os outros e, parafraseando Peter Drucker, um dos meus ídolos no mundodos negócios, atrás de todo negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem. Que seja você!”

Realização: IBREPTEC, setor de tecnologia educacional do IBREP

Curiosidades da profissão de Corretor de Imóveis: Quando e como surgiu a profissão?

Saiba quando e como surgiu a profissão para a qual o IBREP tem orgulho de formar novos colaboradores!mesdocorretor_curiosidadesA profissão de Corretor de Imóveis é relativamente antiga. Mesmo que não com o nome que é dado atualmente, pessoas já mediavam transações imobiliárias entre duas pessoas que negociavam seus imóveis. Quem mais necessitava deste tipo de serviço antigamente eram viúvas, viúvos, moribundos ou pessoas que recebiam imóveis como herança e moradores do interior. Na Roma antiga, o Corretor era conhecido como Proxeneta, e sua remuneração conhecida como Proxeneticum.

No Brasil

Em nosso país, os Corretores de Imóveis têm registros que datam de 1850, quando houveram estipulações referentes aos Corretores de Imóveis registrados em um título destinado a auxiliares do Comércio, no Código Comercial Brasileiro. Entretanto, a primeira regulamentação da profissão de Corretores de Imóveis no Brasil data de 27 de Agosto de 1962, a data que marca o dia do Corretor em nosso país.

Fonte: Publicidade Imobiliária

Este foi o primeiro artigo de curiosidade da profissão do Corretor de Imóveis de uma série de 4 artigos que serão postados em nosso Blog com informações a respeito da profissão que homenageamos neste mês. Fiquem de olho!

Realização: IBREPTEC – Departamento de Tecnologia Educacional do IBREP

Com a palavra, Doutor Barcellos: Uma homenagem do COFECI ao Dia dos Corretores de Imóveis

mesdocorretor_entrevista

No próximo dia 27 de agosto comemora-se o dia dos Corretores de Imóveis. E, para abrir nossas homenagens a este dia tão especial com chave de ouro, entrevistamos o Doutor Luiz Barcellos. Ele é membro do COFECI – Conselho Federal de Corretores de Imóveis, órgão que regulamenta a profissão no Brasil, do qual o IBREP tem o respaldo de produzir e comercializar seus cursos, que profissionalizam cidadãos dispostos a aumentar ainda mais a categoria de Corretores Brasil afora. Na entrevista, tratamos de temas de interesse dos Corretores, e sobre o contexto atual de uma das profissões que mais cresce no Brasil.

Confira a entrevista na integra:

IBREP: Doutor Barcellos, como surgiu a data em comemoração ao dia do Corretor de Imóveis?

Barcellos: A data de 27 de agosto, em que comemoramos o Dia do Corretor de Imóveis, foi escolhida por ter sido em 27 de agosto de 1962 promulgada a Lei nº 4.116, que regulamentou a profissão de Corretor de Imóveis. Embora essa lei tenha sido revogada, com a promulgação da Lei nº 6.530/78, que a substituiu, a data de 27 de agosto manteve-se como o Dia do Corretor de Imóveis, festejado em todo o Brasil.

IBREP: Como uma boa educação imobiliária pode ser um diferencial para o Corretor nos dias de hoje, Doutor?

Barcellos: O mercado imobiliário brasileiro tem crescido muito e está cada vez mais competitivo. Num mercado competitivo, de livre concorrência, os melhores saem à frente. E para estar à frente, ser um dos melhores, o caminho passa pela qualificação profissional. A cada dia que passa, mais corretores buscam ampliar seus conhecimentos, através de cursos livres e de especialização, participando de simpósios e palestras e é crescente o número de profissionais que procuram os cursos técnicos ou tecnólogos na área imobiliária.

IBREP: Por que, mesmo com o contexto atual do Brasil, a profissão de Corretor de Imóveis se mantém como uma das mais promissoras no mercado de trabalho?

Barcellos: Mesmo nos momentos mais críticos da nossa economia, o mercado imobiliário continuou em atividade. Nessas ocasiões, ajustam-se os preços às condições de oferta e demanda. E é nesses momentos, de concorrência mais acirrada, que tem mais peso a qualificação profissional do corretor de imóveis: os mais preparados têm melhores chances de fecharem negócios.

IBREP: Como a revolução digital pode ser algo que alavanca um progresso na carreira dos Corretores?

Barcellos: Com a globalização dos mercados, os negócios imobiliários também acontecem no ambiente transnacional. Mesmo dentro do nosso país, que tem dimensões continentais, seria impossível imaginarmos o corretor de imóveis participando de negócios diretamente ou em parcerias com outros profissionais distantes se não houvesse as facilidades trazidas pela comunicação via web. Tanto a divulgação de ofertas quanto a realização de operações de compra e venda tiveram seu alcance ampliado com a utilização dos meios digitais e eletrônicos.

IBREP: Deixe suas felicitações aos Corretores.

Barcellos: Nossa profissão, com corretores cada vez mais qualificados, tem tido o reconhecimento da sociedade brasileira. Neste ano, em que comemoramos 53 anos de regulamentação profissional, transmito a todos os colegas corretores de imóveis, em nome do COFECI, os cumprimentos pela escolha da profissão, com os votos de que tenham muito sucesso em seu exercício.

Realização: IBREPTEC – Setor de Tecnologia Educacional do IBREP 

O Blog do IBREP

Este é o Blog Institucional do IBREP. Um local onde iremos postar notícias sobre coisas que acontecem em nossa instituição, bem como sobre temas variados do mundo imobiliário. E nada melhor que iniciar os trabalhos no mês do Corretor de Imóveis! E, neste mês, estamos preparando muitas novidades para o Corretor de Imóveis em homenagem ao seu mês, e vamos utilizar muito este espaço! Portanto, fiquem de olho. Além do Blog, nossa página do Facebook estará repleta de novidades neste mês. Então, acessa lá! https://www.facebook.com/cursosibrep.

Sejam todos bem-vindos!

Equipe IBREP